Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A nerd dos olhos verdes

A nerd dos olhos verdes

Qui | 18.04.19

Sprichst du deutch? *Falas alemão?*

Mia

Hey you, 

 

Pois bem meus lindos e minhas lindas, sentem-se e vão buscar os vossos snacks e bebidas porque hoje a abó Mia vai contar-vos a linda relação que ela tem com esta maravilhosa língua e como nos conhecemos...

 

Ora, era uma tarde solarenga naquele dia tão fatídico de 1945 e o Alemão voltou da guerra... 

 

Nop, não foi assim mas foi quase em estado de guerra... 

 

Quando entrei para a faculdade éramos obrigados a escolher duas línguas uma A e uma B. Para A escolhi Inglês, claro, por ser mais natural nela, mas na B tínhamos umas quantas opções: francês, espanhol, alemão e italiano. Eu queria muito o italiano mas o meu pai ficou logo do tipo:

 

italiano não dá dinheiro! vai para alemão!

 

E insistiu e insistiu até chegar ao ponto onde não tinha mesmo escolha e tive que ir para o alemão. 

 

O primeiro semestre foi com uma professora rígida mas com a qual aprendi muito (vamos chamá-la de Y). Foi difícil sim, mas estava a apanhar o bichinho e a ganhar paixão por aquilo e nem tive assim tão má nota. 

 

Veio o segundo semestre e com ele um novo professor, o C. O C era bastante organizado e dava bem as aulas, foram divertidas e interativas e de certo modo interessantes mas comecei a perder a paixão que tinha por aquilo (mas passei na mesma)

 

Para estragar tudo veio o primeiro semestre do segundo ano com aquele pequeno demónio que ainda vagueia os corredores da faculdade e que cada vez que a vejo penso sempre para os meus botões inexistentes: 

 

25 anos não são assim tanto tempo...passa num instante

 

Bom, para resumir ela não sabia dar aulas de alemão. A V foi a pior professora que tive, só falava português a maior parte do tempo e o resto dava aulas duma maneira tão secante que ninguém entendia nada (e não, não fui a única a pensar nisso porque literalmente todos, até os melhores alunos baixaram a nota). Esse semestre ainda passei com 10 mas passei, agora o segundo é que trouxe o pesadelo... 

 

Primeiro fiquei bastante contente porque no terceiro ano não temos que ter mais aulas da língua B mas depois essa minha sorte esgotou quando mesmo que tentasse não entendia a matéria e deu no que deu.. fui a uma reunião com a professora no final desse semestre para ela dar as notas: 

V - Tenho muita pena de lhe dar esta nota pois sei que é uma menina que vem a todas as aulas, trabalha, faz os TPC, participa e está sempre sorridente.. mas tem sempre a oportunidade de fazer exame!

 

Eu - Agradeço muito professora deixar-me fazer o exame mas não o vou poder fazer pois já estou inscrita a outros dois exames e a faculdade não me permite fazer mais do que dois

 

Sem gozar, a professora teve mais de 10 minutos a elogiar-me e a dizer que sou muito trabalhadora. Vou à pauta online para ver a nota: 9.... POR UM PONTO.

 

POR UM PONTO ELA OBRIGOU-ME A FICAR UM SEMESTRE INTEIRO SEM PODER PRATICAR A LÍNGUA PARA DEPOIS TER QUE FAZER A CADEIRA NOVAMENTE NO MEU ÚLTIMO SEMESTRE DO CURSO ONDE ESTOU ENTERRADA EM TRABALHOS E A GASTAR MAIS 20 € PORQUE DECIDIRAM MUDAR O LIVRO. AINDA POR CIMA TER AULAS COM A Y QUE É RÍGIDA E EU NEM SEI O QUE FAZER. 

 

Daqui ou vou ou para o Júlio de Matos ou para a cadeia.... 

 

Eis uma história de amor tão calorosa, espero que tenham gostado, agora se me permitem vou chorar ali para um canto porque o amor dói... 

 

- signing out :3

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.